O Tribuna do Moxotó, recebeu em sua redação uma mãe de alunas de uma escola municipal em Sertânia, a qual, bastante revoltada, denuncia que não entender os motivos do atraso para a entrega do kit alimentação feito pela prefeitura de Sertânia visando contemplar estudantes da rede municipal que estão sem aulas por conta da pandemia da COVID-19.

Segundo Dona Gilvânia, os kits estão sendo entregues de dois em dois meses o que ela alega não entender, pois a merenda, quando tinha aula normal era entregue todos os dias e porque passam um mês e outro não para entregar esse kit. “Eu não entendo essa matemática, se minhas filhas tinham a merenda todos os dias, então porque passam um mês e outro não para entregar e mesmo assim faltando itens básicos, como charque, galinha, que era servido na merenda?? Ah, falta também o feijão. O que eles fazem com esses itens que não estão sendo contemplados no kit? Eu e outras mães estamos querendo saber”, disse a mãe de duas alunas da Escola Presidente Vargas.

Há várias denúncias que o tal kit não está contemplando todos, inclusive, denúncia de professores que têm filhos na rede municipal e que não estão recebendo e há outras denúncias de que em algumas localidades no interior do município estão faltando itens, como feijão e outros.

OBSERVE AÍ O KIT QUE É ENTREGUE PELA PREFEITURA A ALGUNS PAIS DE ESTUDANTES
 DAS ESCOLAS MUNICIPAIS. ALGUNS PAIS DENUNCIAM QUE RECEBEM FALTANDO ITENS. SERÁ??

Veja também outras denúncias sobre o tal kit alimentação distribuídos pela prefeitura de Sertânia, clicando aqui e aqui e também aqui.

Importante que a prefeitura venha a público e responda todos esses questionamentos e que tenha mais transparência no tocante a esses itens, afinal é muito dinheiro envolvido e segundo a propaganda do prefeito o investimento custou para os cofres públicos municipal a quantia de R$ 140.000 e do PNAE, R$ 40 mi. E foram distribuídos apenas no mês de abril a quantia de 4.600 cestas básicas, que contêm:

01. feijão carioca Baixa Verde; 01. arroz caçarola; a01. açúcar Asa Branca; 02. macarrão Aliança; leite em pó integral Piracanjuba; 02. fubá de milho Pajéu; 02. biscoitos cremer cracker Vitamassa; xerém todo bom e 12 ovos.

Na próxima distribuição, que ninguém sabe quando vai ocorrer, vamos ficar de olho e as mães também e qualquer irregularidade irão denunciar ao Tribuna do Moxotó. Lembrando: Tirem fotos do que recebem e se faltar algum item desse citado acima, vamos denunciar. Dinheiro existe e ele vem do nosso bolso.

Vamos ficar de olho!!

Print Friendly, PDF & Email
COMPARTILHAR
Artigo anteriorPRÊMIO DO CARRO 0 KM DO AVISTÃO SAI PARA SERTÂNIA
Próximo artigoSERTÂNIA TEM MAIS 3 CASOS DA COVID-19. HENRIQUE DIAS TEM SEU PRIMEIRO CASO. TEMOS AGORA 253.
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos, é jornalista de acordo com o registro profissional nº 7052/PE, é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui