PREFEITURA DE SERTÂNIA NÃO ENTREGOU, SEGUNDO DENÚNCIAS, O FEIJÃO AS MÃES DE ALBUQUERQUE NÉ

Para um prefeito que ama propaganda e se acha a perfeição em pessoa, diante de tantas denúncias, sua gestão a cada dia se caracteriza com uma das piores na história política do município e muitas vezes se pega em ações minimas e que são obrigações de qualquer gestor público. O pior é que suas deficiências e mediocridade administrativas são sentidas por quem realmente precisa do poder público austero e transparente, e depois de duas denúncias graves de que mães e alguns professores que têm filhos estudando nas escolas municipais não receberam o kit alimentação, agora chegou a vez do distrito de Albuquerque Né, várias mães estão denunciando que receberam o kit sem o feijão, um dos produtos principais do prato de qualquer brasileiro, com uma particularidade: é esse produto hoje o mais caro da nossa mesa. Será que faltou dinheiro para comprar o feijão?

Uma dessas mães nos indaga: onde está o nosso feijão? Por que tiraram o feijão? Estranho sertaniense o tanto de irregularidade relacionado a esses kits e é importante saber quanto custou para o bolso do sertaniense a compra deles.

“Pergunto: nos kits alimentos em Sertânia faltou o feijão? Aqui em Albuquerque Né não tinha. Muitas mães que perguntei tbm disseram que não tinha feijão, como da primeira vez que recebemos. Na primeira veio 1 feijão; 1 macarrão; 1 açúcar; 2 leite; 2 fubas; 2 pacotes de bolacha. Já nesta que recebemos agora veio: 2 arroz; 15 ovos; 1 pacote de xerém; 2 sardinha; 2 pacote de leite. O que fizeram com o nosso feijão??”

Mãe de aluno da escola municipal de Albuquerque Né

Desabafou uma das mães ao Tribuna do Moxotó. “Fico estarrecida por ver que o prefeito de Sertânia passa horas e mais horas na rádio falando e fazendo propaganda do seu governo, e faltando poucos meses das eleições e diz agora que vai realizar mil coisas, pensando que o povo é besta, mas no entanto, não explica o que fez ou que faz com os kits alimentação que não são entregues a alguns pais. Ele devia ter a preocupação de explicar isso”, disse um professor indignado que não teve direito ao kit alimentação mesmo tendo filhos estudando em uma escola municipal da zona rural.

Veja matérias anteriores com denúncias sobre o kit alimentação:

MÃE DE ALUNO DENUNCIA DESCASO NA ENTREGA DE KIT ALIMENTAÇÃO EM SERTÂNIA

KIT ALIMENTAÇÃO MOTIVA NOVAS DENÚNCIAS: PROFESSORES MUNICIPAIS COM FILHOS EM ESCOLAS DE SERTÂNIA NÃO ESTÃO TENDO DIREITO

Está aí sertaniense mais um denuncia “cabeluda”: a prefeitura de Sertânia entregou os kits em Albuquerque Né, mas segundo denúncia, as mães não receberam o feijão. Vamos aguardar que o prefeito Ângelo Ferreira explique isso e, ao invés de tentar desqualificar quem critica sua medíocre administração, corrija esses graves erros de sua gestão.

Estamos de olho e a população está perdendo o medo de denunciar as mazelas desse governo municipal!

Print Friendly, PDF & Email
COMPARTILHAR
Artigo anteriorDESCUMPRIMENTO DE DECRETO EM CRUZEIRO DO NORDESTE LEVA 8 À DELEGACIA DE POLÍCIA
Próximo artigoPERNAMBUCO CONFIRMOU 52.113 CASOS DA COVID-19 E 4.234 MORTES
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos, é jornalista de acordo com o registro profissional nº 7052/PE, é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui