O REI SOU EU: O PREFEITO DE SERTÂNIA, ÂNGELO FERREIRA, CHAMOU DE PALHAÇOS ALGUNS MEMBROS DO PODER MUNICIPAL QUE FAZEM OPOSIÇÃO. TENTA ACHINCALHAR O PODER LEGISLATIVO

Em plena pandemia da COVID-19, onde Sertânia tem, além desse grande problema de saúde, outras questões urgentes para se revolver, eis que o prefeito Ângelo Ferreira, usando uma concessão pública de comunicação, ou seja, a Rádio Sertânia FM, resolve de forma destemperada, desequilibrada e sem compostura, chamar os legítimos representantes do povo, cinco vereadores da oposição, de PALHAÇOS, isso simplesmente por estarem exercendo o seu papel fiscalizador.

O prefeito de Sertânia, que não gosta de ser contrariado e tem ojeriza pelas pessoas que o criticam, como resposta, busca desqualifica-las, enaltecendo suas pseudos virtudes que estão longe da realidade, buscando fazer uma política mesquinha e ditatorial, ditando as regras da informação em Sertânia, parece que ele monopoliza quase todos os meios de comunicação no município e na região e nesses meios de comunicação, busca difundir suas meias verdades, tudo isso sob o aplauso de alguns poucos seguidores, beneficiados por sua gestão, lembrando práticas daqueles simpatizantes de líderes totalitários, e fazendo isso, ferem a nossa democracia.

O fato ocorreu em seu programa de rádio, onde ele, desde que essa rádio foi concedida ao deputado Gonzaga Patriota, destila seu ódio contra aqueles que buscam fiscalizar a sua gestão e a do seu grupo. É ali naquela emissora de rádio, uma concessão pública, que ele solta suas verborragias e tenta, sem pudor nenhum, desmoralizar e achincalhar seus opositores e desafetos.

O que irritou o prefeito foi uma ação contra sua gestão e suas ações tímidas e medíocres no combate a covid-19 e que foi arquivada, segundo ele, pelo MPPE, só isso foi bastante para ele perder a compostura e chamar todos os vereadores Damião Silva, Dr. Orestes, Junhão Lins, Dóia e Vando, todos de palhaços. O que dá a dimensão exata do tamanho do atual governo municipal.

É PRÁTICA COMUM O PREFEITO DE SERTÂNIA USAR OS MICROFONES DE UMA RÁDIO, 
QUE É UMA CONCESSÃO PÚBLICA, MAS QUE ESTÁ NAS MÃOS DE GONZAGA PATRIOTA, 
DEPUTADO DO SEU GRUPO POLÍTICO, 
PARA TENTAR ACHINCALHAR E DESMORALIZAR SEUS OPOSITORES E DESAFETOS. 
SÓ QUEM PODE FALAR É ELE E SEU GRUPO, MAS NINGUÉM. 
É A DITADURA DA COMUNICAÇÃO. 
QUE COISA MAIS FEIA!!

Com relação a rádio Sertânia FM, que há muito tempo vem prestado o desserviço de apenas conceder a palavra a apenas um grupo político em Sertânia, ferindo mortalmente a democracia, novas ações judiciais estão sendo impetrada com essa pouca vergonha, já que a emissora de rádio, que é uma concessão pública, pertence ao povo e deverá a ele servir e não apenas a um lado político em Sertânia, como vem sendo desde a sua fundação, há quase duas décadas.

O fato deverá ser denunciado ao Ministério das Comunicações, ao Ministério Público Federal e a própria Justiça, para que tomem novamente conhecimento dessa prática de favorecer há o grupo político do seu proprietário, o deputado Gonzaga Patriota, é injusta e vai de encontro ao que diz a lei da própria concessão pública. É preciso denunciar mil vezes essa arbitrariedade em Sertânia e só descansar quando ver sanada arbitrariedade.

O que se espera é que em plena pandemia a prefeitura,a través do seu gestor se conscientize que tem oposição e que por mais que esperneie nunca haverá concesso político em Sertânia, ainda mais quando se observa suas práticas egomaníacas, déspotas, medíocres e sobretudo nepotistas.

Mas que acima de tudo se conscientize também que os vereadores, sobretudo da oposição, que tem coragem e não se dobram a sua vontade, continuarão a cumprir o legitimo papel que é o de fiscalizarem o poder executivo. Um poder legislativo independente, corajoso e contra poderes tirânicos é o que se precisa para fortalecer ainda mais a nossa jovem democracia.

Mais respeito, mais compostura e mais trabalho também senhor prefeito, é só isso que o povo quer neste momento em que a COVID-19 está chegando com força no município de Sertânia. Ficar usando uma rádio para detratar seus adversários e desafetos não fica bem, e o povo, na sua sabedoria, abomina isso.

Encerramos essa matéria citando um trecho do discurso de Luís Roberto Barroso, novo presidente do TSE:

“A falta de educação produz vidas menos iluminadas, trabalhadores menos produtivos e um número limitado de pessoas capazes de pensar criativamente um país melhor e maior. A educação, mais que tudo, não pode ser capturada pela mediocridade, pela grosseria e por visões pré-iluministas do mundo”.

Fica a dica!!!

Print Friendly, PDF & Email
COMPARTILHAR
Artigo anteriorPREFEITURA DE SERTÂNIA CONVOCA MAIS APROVADOS NO CONCURSO PÚBLICO
Próximo artigoCOM 4 MORTES, 41 CASOS CONFIRMADOS E 11 EM INVESTIGAÇÃO, POPULAÇÃO SERTANIENSE PRECISA SE PRECAVER E FICA EM CASA
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos, é jornalista de acordo com o registro profissional nº 7052/PE, é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui