O brasileira parecia mês passado começar ficar animado com a baixa do combustível, principalmente com o preço da gasolina que em alguns postos estavam realmente baixando, mas eis que a Petrobras somente no mês de maio aumentou 38% a gasolina, veja bem, são três aumentos consecutivos da gasolina e um do diesel.

O cenário é desanimador, pois quando há tantos aumentos no combustíveis, isso significa um efeito dominó e certamente outros produtos acompanham em menos ou mais, encarecendo assim a vida dos brasileiros.

Pois é sertaniense, a Petrobras aumenta hoje, quinta-feira, dia 22, os preços de gasolina em suas refinarias em 12%, essa é a terceira alta somente este mês de maio, com avanço acumulado de certa de 38% neste mês, na esteira de uma recuperação recente das cotações do petróleo e seus derivados no mercado externo.

As demais elevações da gasolina da petroleira estatal vendida às distribuidoras neste mês ocorreram nos dias 7 e 14, de 12% e 10%, respectivamente.

Os reajustes na gasolina ocorrem após o preço do petróleo Brent, referência internacional, ter avançado também cerca de 40% em maio, reagindo a cortes de produção de grandes produtores e a um relaxamento de medidas de isolamento contra o coronavírus em países da Europa e nos Eatados Unidos.

Os valores da gasolina da Petrobras neste ano ainda acumulam queda de 34%, depois do mercado de petróleo ter sofrido fortemente com uma desaceleração da economia global, diante de impactos da pandemia. O recuo acumulado do Brent neste ano é de aproximadamente 47%.

A alta da gasolina pode ser encarada como uma boa notícia para a indústria e etanol no Brasil, mas o presidente da União da Indústria de Cana-de-açúcar (UNICA), Evandro Gussi, pondera que o setor também tem sido afetado por uma queda de preços e de demanda no mercado interno.

Resta saber se diante da média e pouca demanda por combustível, principalmente de gasolina, os postos irão repassar esses aumentos na sua integralidade, já que a pandemia tem deixado os veículos rodando pouco e isso de certa forma deixa acumulado os tanques nos respectivos postos.

O fato é que, como bem diz aquele velho ditado, “alegria de pobre dura pouco”, a gasolina e demais produtos, estão aí sofrendo aumentos e mais aumentos e isso incide diretamente na vida do brasileiro e em particular na cidade dos sertanienses.

Será que os postos de combustíveis de Sertânia acompanharão todo esse aumento?? Aguardemos esta resposta!!

Print Friendly, PDF & Email
COMPARTILHAR
Artigo anteriorVEREADOR VINO VERAS PEDE QUE PREFEITURA DE SERTÂNIA LIMPE AS RUAS E CEMITÉRIO DO POVOADO DA MANIÇOBA
Próximo artigoO AVISTÃO AUTOSSERVIÇO REAFIRMA SEU COMPROMISSO PERMANENTE NO COMBATE A COVID-19
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos, é jornalista de acordo com o registro profissional nº 7052/PE, é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui