O Tribuna do Moxotó tomou conhecimento que por volta das 14:30 horas de hoje,dia 31, chegou no Hospital de Sertânia, acompanhado do seu genitor, um jovem com os sintomas do COVID-19.

Segundo informações de alguns profissionais do hospital de Sertânia, o mesmo foi avaliado pelo médico de plantão e foi verificado todos os sintomas para coronavírus, o que motivou o médico solicitar uma senha a central em Recife para sua imediata transferência, o que ainda não ocorreu, fato que está apavorando todos os profissionais daquela unidade de saúde, já que, segundo os profissionais de saúde, o protocolo para estes casos é que o paciente, juntos com seus familiares sejam aconselhados, a permanecer em casa, o que não está acontecendo com o tal paciente.

“Estamos apavorados, o rapaz está no ambulatório com o pai que fica transitando dentro do hospital para cima e para baixo e de certa forma tendo contato a gente”, disse uma profissional de saúde que está no hospital de Sertânia.

O genitor do doente disse que o mesmo está morando aqui em Sertânia há mais ou menos um ano e que trabalha na empresa que presta serviço as obras da adutora.

Agora é torcer para que seja apenas suspeita, já que o rapaz certamente também teve contato com trabalhadores no trecho, com familiares e até com profissionais de saúde. Sabe-se que é residente na cidade de Sertânia.

“Estamos correndo perigo, não é possível ficar com um doente aqui no hospital esperando que por uma tal de senha, e se for confirmado? E se aparecer outros casos aqui em Sertânia? Vai todo mundo ficar aqui no hospital sem estrutura nenhuma? É isso que não dar para entender. Esperamos que a prefeitura de Sertânia tome providência quanto a isso, o que não pode é ficar todo mundo correndo perigo. Lembrando que o paciente está no hospital desde as 2 e meia da tarde e que é oriundo da empresa, uma séria porta de entrada para o COVID-19, que os trabalhadores fizeram até manifestação para que parassem esses trabalhados, pois tinha gente de todo canto e ninguém tomou nenhuma providência.”, disse um sertaniense bastante preocupado.

Print Friendly, PDF & Email
COMPARTILHAR
Artigo anteriorPERNAMBUCO TEM 87 CASOS CONFIRMADOS DE CORONAVÍRUS; ÓBITOS PERMANECEM EM SEIS
Próximo artigoALEPE APROVA DECRETOS DE CALAMIDADE PÚBLICA EM 64 MUNICÍPIOS. SERTÂNIA ESTÁ FORA!!
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos e hoje é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

3 COMENTÁRIOS

  1. Aí vem a pergunta: Sabendo da pandemia no mundo, o hospital não tomou nenhuma providência de isolamento na unidade caso aparecesse uma suspeita? Como deixam o paciente e seu acompanhante circularem livremente? Desculpe, mas aí existe um certo despreparo tb.

  2. Falta de responsabilidade geral.
    Cadê a secretaria de saúde????
    Cadê o prefeito ?????

    O prefeito se diz tanto da cozinha do governador, que haja visto, tá mais pra casa do cachorro !!!!
    Que vergonha !

  3. Olá pessoal da saúde vocês tem que ser treinados para atender esse paciente.Tem que ter uma ala de isolamento no hospital.Vamos manter a calma posto , que essa é a nossa realidade .Este hospital tem um administrador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui