COMO ADIANTOU O TRIBUNA, OS TRABALHADORES DA FERREIRA GUEDES PEDE MAIS SEGURANÇA NA PREVENÇÃO DO COVID-19 E PARARAM HOJE PELA MANHÃ

Neste momento, os trabalhadores da Ferreira Guedes estão parados em frente ao canteiro da empresa em Sertânia, eles querem a parada da obra, dado o perigo que correm no contágio do COVID-19.

Segundo os trabalhadores no canteiro das obras da adutora, não há nenhuma segurança. A empresa se pronunciou para os trabalhadores ali mesmo em frente ao movimento dizendo que não vai parar e quem quiser trabalhar vai, quem não quiser que fique, mas o trabalho continua.

Alguns trabalhadores ali questionaram a falta de medidas de prevenção da empresa, que disse que todas as medidas que manda o governo estão sendo tomadas pela empresa, o que é contestado pelos trabalhadores. “Estamos correndo risco aqui na obra, será que ninguém ver isso?”, indagou um dos trabalhadores.

O fato é que há muitos funcionários de todas as partes do Brasil e que esse contato, faz desses trabalhadores um potencial grupo de risco, já que ontem mesmo, segunda-feira(23), a empresa mandou um de seus funcionários para casa, suspeito de está com os sintomas da COVID-19, o que vem assustando a todos.

O Tribuna do Moxotó vai neste momento tentar ouvir alguns trabalhadores e se possível ouvir um representante da empresa para ver se dirime esse impasse. Daqui a pouco faremos uma cobertura ao vivo pelo nosso face e depois colocaremos no site o que foi decidido.

MOMENTO EM QUE OS TRABALHADORES PARADOS ESCUTAVAM OS RESPONSÁVEIS PELA OBRA DISSEREM QUE ELES DEVEM TRABALHAR

Os trabalhadores ouviram os representantes da empresa e resolveram ficar parados em frente ao canteiro. Realmente é uma contradição, já que o governo do Estado pede para que não haja aglomeração e vários trabalhadores se aglomeram nas frentes de trabalho.

Vamos esperar e ver o que se resolve com relação a este fato.

Print Friendly, PDF & Email
COMPARTILHAR
Artigo anteriorTRABALHADORES DA FERREIRA GUEDES PODEM PARAR NESTA TERÇA(24)
Próximo artigoEM SERTÂNIA AUXILIAR DO PREFEITO ÂNGELO FERREIRA AGRIDE REPÓRTER(COM VÍDEO)
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos e hoje é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui