Nesta terça-feira, dia 12, policiais militares do efetivo da GT Rural foram solicitados por a esposa do imputado, um homem de 31 anos de idade, a qual informou que teria acontecido um acidente de trânsito no Loteamento Guarani, que seu esposo teria dado uma carona a vítima, uma criança de 5 anos de idade, que veio a óbito no Hospital.

A mesma ainda informou que uma das testemunhas vinha com a criança em sua motocicleta e pediu para seu marido levá-la em seu veículo, caminhão F-4000, placa MUD-9408, que após uma manobra a porta do referido veículo se abriu e a vítima caiu na estrada e foi atropelada nesse momento pelo próprio caminhão, tendo o motorista parado e solicitado ajuda a mesma pessoa que vinha antes com ela na motocicleta.

Quando o policiamento chegou ao local onde houve o fato, o imputado já havia se evadido, e até o presente momento não foi localizado.

O corpo da vítima foi encaminhado ao IML da cidade de Caruaru. 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVERGONHA SERTÂNIA: CARRO DO CONSELHO TUTELAR É APREENDIDO POR FALTA DE PAGAMENTOS DE MULTAS
Próximo artigoMPPE LEVA PROJETO EDUCAÇÃO CONTRA A SONEGAÇÃO PARA AFOGADOS DA INGAZEIRA
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos e hoje é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui