Evento que abre o Circuito Cultura de Pernambuco 2019 acontecerá entre os dias 24 e 27 de outubro em Arcoverde

Terra de cantadores e de poetas, o município de Arcoverde sediará entre os dias 24 e 27 de outubro a terceira edição da Feira Literária do Sertão (Felis), uma co-realização da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e do Coletivo Cultural de Arcoverde (Cocar). O evento é o primeiro a ser realizado dentro do Circuito Cultural de Pernambuco, que reúne ações da Cepe, Secretaria de Cultura de Pernambuco e Fundarpe nas diversas linguagens artísticas. Serão mais de 40 horas e quase 60 atividades dentro de uma programação totalmente gratuita, que abrirá espaço para lançamentos de livros de autores locais e convidados, palestras, rodas de conversas, debates, apresentações musicais, oficinas, teatro, dança e gastronomia.

A programação da 3ª Felis foi apresentada nesta quarta-feira (16), em coletiva de imprensa que aconteceu no auditório da Secretaria de Educação de Arcoverde e que contou com a participação do superintendente de Marketing e Vendas da Cepe, Tarcísio Pereira; do diretor do Cocar, Kleber Araújo; do vice-prefeito de Arcoverde, Wellington Araújo e da secretária de Educação do município, Zulmira Cavalcanti.

Com o tema Literatura, Preservação e Memória, a Felis aportará na Praça Winston Siqueira – principal espaço de lazer da cidade -, ocupando também outros espaços, como a feira livre, que receberá intervenções com a participação de poetas do município, Pesqueira e Alagoinha. “O atual momento político do Brasil e do mundo reflete uma tendência ao revisionismo da história e a literatura pode ser um grande antídoto à tentativa de se apagar o passado. Há também uma discussão local que a Felis propõem uma reflexão geral: estamos cuidando da nossa memória patrimonial?”, destacou Kleber Araújo.

Neste sentido, a Feira Literária do Sertão pretende reunir secretários de Educação, universidades e gestores do Sertão do Moxotó para debater sobre políticas públicas alinhadas à produção literária, estímulo à leitura e fomento às bibliotecas enquanto espaços de preservação do saber coletivo. Nesta terceira edição, o Arquivo Público de Pernambuco se incorpora à feira para levar documentos e registros históricos fundamentais para a região, estimulando ainda um debate em torno da memória e literatura. Na construção desse diálogo, está prevista a participação efetiva das cidades da região, bem como de outros municípios sertanejos, como São José do Egito, Pedra, Buíque.

Convidados – Miró da Muribeca, considerado um dos mais inventivos poetas contemporâneos do Brasil, recentemente homenageado pela 14ª edição da Balada Literária (Biblioteca Mario de Andrade/SP); Marileide Alves, autora do livro Povo Xambá resiste – 80 anos de repressão aos terreiros em Pernambuco, finalista do Prêmio Jabuti, a escritora Ezter Liu (primeira mulher a receber o título máximo do Prêmio Pernambuco de Literatura), o Coco Trupé de Arcoverde estão entre as atrações da programação.

A 3ª Felis ainda acolherá debates importantes, como a oralidade e a preservação da cultura levando os rappers Zé Brown, Nix La Marge, MC Laranjão, entre outros convidados. “A Felis é um evento que a Cepe resolveu abraçar porque temos uma preocupação que vai além do livro. Queremos estimular e dar espaço a todos que criam”, disse Tarcísio Pereira.

SERVIÇO

3ª Feira Literária do Sertão

Tema: Literatura – Preservação & memória

Local: na Praça Winston Siqueira, em Arcoverde

Período: de 24 a 27 de outubro

PROGRAMAÇÃO 3ªFeira Literária do Sertão (Felis)

DIA 24 – Quinta-feira

14h Abertura da feira

16h – Diálogo Políticas públicas do livro, leitura, literatura e bibliotecas, troca de experiências sobre o projeto Ler Bem entre secretários de educação da região, gestores de escolas e universidades. Mediação da secretária de Educação de Arcoverde, Zulmira Cavalcanti

17h- Exposição Memória (Exposição do Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano)

18h30 – Palestra Projeto Remissão de pena pela leitura (Participação de representantes da Gerência de Políticas Educacionais de Jovens Adultos e Idosos: Stella Campos Socorro Santos, Liliane Siqueira e Elen Nayara)

– Lançamento do livro de poemas de Juliana Aguiar, Encadeia, confeccionado por adolescentes da Funase de Arcoverde

18h30 – Exposição da oficina de encadernação, com mostra de trabalhos no estande da Cocar

19h30 – Solenidade de abertura, que contará com leitura da aluna da rede pública municipal Steffany Maria, e apresentação da Orquestra Filarmônica Amusa

20h30 – Lançamento do livro Nação avacalhada e pocket show com o compositor Anchieta Dali

DIA 25 – Sexta-feira

9h – Palestra A leitura como forma de existir e não apenas de resistir, ministrada pela professora de língua portuguesa e de literatura e cultura brasileira na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Haidée Camelo Fonseca, para coordenadores de escolas municipais (Local: Auditório da Secretaria de Educação)

9h30 – Projeto Outras palavras – Conversa com a escritora Ezter Liu (vencedora do Prêmio Pernambucano de Literatura). Participação de alunos do Ensino Médio das redes pública e privada.

– Vivência com o MC Magoo/Ponto de cultura Eco da Periferia do Grupo Pé no Chão

16h – Diálogo Mulher e literatura – leituras e diálogos de enfrentamento e resistências (Participação da Secretaria Estadual da Mulher, Gerência Regional da Mulher, Coordenadoria da Mulher – PMA, Núcleo de Estudo de Gênero da Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde (Aesa)

-Lançamento do livro Lembranças dos caminhos e descaminhos da escola na vida de mulheres negras de Buíque-PE, de 1980-1990, de Irailda Leandro

18h – Bate papo sobre o livro Teresa Costa Rêgo: uma mulher em três tempos, do jornalista Bruno Albertim

18h30 – Apresentação Literatura Popular, com alunos do curso de Letras – Aesa

19h –Diálogo Memória x literatura com a participação de professores e alunos do curso de História da Aesa; Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano. Debatedores: diretor do Arquivo Público, Evaldo Costa, e o professor da Aesa José Nogueira

– Lançamento do livro Cadernos de pesquisas em cultura, política, educação e diferenças, dos professores Augusto Cesar Acioly e Simone Salvador

21h – Lançamento-palestra do livro To be human – O gênero homo é, está, foi ou será o que não é agora?, com o autor Duda Gonçalves

21h30 Encontro Repente-Rap-Slam Oralidade e preservação da cultura, com discussão e apresentação artística (participação de Zé Brown, Nix La Marge, Renna Costa, Mc Laranjão, Markus Lee, Jessica Caitano e Andreza Kamylle

22h3 – Apresentação musical Feiticeiro Julião

DIA 26 – Sábado

10h – Intervenção Poética Feira Livre, com o Grupo de Poesia do Sertão

11h – XI Festival de violeiros, com apresentação de duplas de violeiros

14h – Bate-papo sobre o livro Povo Xambá resiste: 80 anos da repressão aos terreiros em Pernambuco, com a autora Marileide Alves

16h –Grupo de leitura Ler pra que? Vai discutir sobre o livro Talvez precisemos de um nome para isso, de Stephanie Borges (participação da representante da Cepe Giselle Melo e Espaço da Palavra, coletivo literário)

17h30 – Diálogo Alimentação e identidade (participação do jornalista Bruno Albertim e do chef César Santos)

18h30 – Diálogo Audiovisual e literatura, com o roteirista Nelson Caldas e a cineasta Kátia Mesel

20h – Lançamento do livro Teorias de um louco, com o autor Marcos Nascimento

20h30 – Performance poética com Miró da Muribeca

21h – Lançamento de Cd com homenagem aos 70 anos do poeta Antônio Francisco

– Lançamento do CD Cantigas do poeta – Kleber Araújo interpreta Antônio Francisco, com homenagem aos 70 anos do poeta, que estará presente. Participação de poetas convidados: Diosman Avelino, Moisés Avelino, Maira Tenório, Andreza Kamylla, Maria das Montanhas, Tayná França

22h – Apresentação musical de Neudo Oliveira

DIA 27– Domingo

15h – Apresentação cultural da Banda de Pífano, Boi Cafuné, Performance Otaviano Filho e Microfone Aberto

16h30 – Projeto Café em Cena / Diálogo: O papel da literatura na sociedade contemporânea, com a participação de escritores de Arcoverde: Claudiney Mendes, Clécia Pereira, Juliana Aguiar e Raul Silva

19h – Mama – Mostra Arcoverdense de Música Autoral (participação de Felipe Moraes, George Silva, Noé Lira, Leandro Vaz, Orlando Melo, Neguinho Arcoverde, Cultura Urbana, Cição, O mago, Alberone, C*zar, Lula Moreira, Johsi Guimarães)

20h – Encerramento com apresentação musical do grupo Coco Trupé de Arcoverde

PROGRAMAÇÃO INFANTIL – FELISINHO

DIA 24 – Quinta-feira

14h – Contação de histórias (participação de Voyle Arte com a Saia Literária)

15h – Samba de coco (participação Escola Freire Filho)

15h – Exposição Projeto Brincadeiras da Cultura Popular (participação Aesa – pedagogia)

16h – Contando e aprendendo os mitos indígenas de Pernambuco (contação de histórias (participação Márcia Moura)

16h – Atividades lúdicas (participação Grupo Recriar)

18h – Contação de histórias (participação Katia Katita)

DIA 25 – Sexta-feira

9h30 – Outras palavras (participação de alunos das redes pública e privada)

14h – Exposição Cartoneira (participação do projeto Pequenos Escritores)

14h – Contação de histórias de O sapo Bocarrão

15h30 – Contação em cordel: A formiga surfista e outros contos (participação Suzana Morais)

16h – Atividades lúdicas (participação do Grupo Recriar)

16h30 – Apresentação teatral (participação do Grupo Cardeal)

18h – Espetáculo teatral A menina que corria para trás

18h30 – Contação de histórias (participação Aesa – pedagogia)

19h – Exposição Projeto Brincadeiras da Cultura Popular (participação Aesa – Pedagogia)

DIA 26– Sábado

14h –Exposição Cartoneira (Projeto Pequenos Escritores)

14h – Visita à feira (Crianças da Comunidade do Peba)

15h – Contação de histórias com Voyle Arte com a Saia Literária

15h – Intervenção lúdica com o Grupo Passo Virado

15h30 – Contação de histórias com Márcia Moura

16h – Relato de um povo, histórias de muitas vidas – declamações com a professora indígena Clenia Suseane

16h – Oficina Fabrincando, com o grupo Riso da Terra

16h30 – Teatro de marionetes, com o grupo Flor de Lis

17h – Jogos e brincadeiras populares (participação pedagogia Aesa)

DIA 27 – Domingo

14h – Exposição Cartoneira (participação do Projeto Pequenos Escritores)

15h – Exposição fotográfica: O lugar onde moro, com crianças da Comunidade do Peba

15h – Intervenção lúdica com o Grupo Passo Virado

15h30 – Oficina Fabrincando com o Grupo Riso da Terra

16h – 17h cabra que calculava livros que voam, com o Grupo Pitorescos em Cena (CDCA)

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLANÇADO EDITAL DE CONCURSO PARA PM E BOMBEIRO DA BAHIA
Próximo artigoSEBRAE REALIZA SEMANA DA GESTÃO EMPRESARIAL
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos e hoje é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui