O reajuste salarial conquistado pelas trabalhadoras e trabalhadores em educação foi aprovado, em Primeira Discussão, ontem (17), pelas deputadas e deputados estaduais pernambucanos. A matéria que tramita reajusta em 4,17% o piso salarial da rede estadual de ensino. Encaminhado pelo Executivo, o Projeto de Lei Complementar n° 467/2019 atualiza de R$ 2.455,35 para R$ 2.557,74 o valor recebido por profissionais contratados por 200 horas-aula mensais, e de R$ 1.841,56 para R$ 1.918,36, para os de 150 horas.

A matéria precisa passar ainda pelo segundo turno de votação e pela Redação Final antes de ir à sanção do governador. O reajuste tem efeito retroativo a 1° de janeiro de 2019 para profissionais de nível médio que recebem abaixo do piso estabelecido nacionalmente, no início do ano, pela Lei Federal n° 11.738/2008.

Para professores que recebem o piso ou acima do piso, o reajuste será dividido em duas parcelas: 2,085% em outubro e 2,085% em dezembro. Funcionárias e funcionários administrativos e analistas terão uma elevação de sua gratificação de R$ 127 para R$ 175,45 mensais a partir de dezembro. As disposições são extensivas às aposentadorias e pensões.

Fonte: SINTEPE

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEM IBIMIRIM HOMEM É VÍTIMA DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO POR DESCONHECIDOS NUMA MOTO
Próximo artigoPERNAMBUCO APRESENTA A NOVA CARA DO TURISMO DO ESTADO
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos e hoje é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui