Promessa de campanha de Geraldo Julio, o Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa vai começar a sair do papel. A ordem de serviço foi assinada nesta quinta-feira, com expectativa de entrega do equipamento até dezembro de 2020, último mês de gestão de Geraldo Julio à frente da Prefeitura do Recife. Com 8 mil m², a unidade será erguida em terreno doado pelo Governo do Estado, ao lado do Hospital Geral de Areias, na Avenida Recife, bairro da Estância, zona oeste da cidade. Os recursos de R$ 25 milhões, contudo, são todos dos cofres municipais. Segundo último dado do censo IBGE, os idosos representam cerca de 13% da população recifense.

O Hospital da Pessoa Idosa nasce com a perspectiva de suprir uma deficiência do Sistema Único de Saúde (SUS) no estado, que é o de oferecer serviços de média e alta complexidade a pessoas acima de 60 anos, integrando com as ações feitas no Hospital Geral de Areias, unidade de referência para essa faixa etária. “Esse serviço terá a mesma qualidade do Hospital da Mulher. Vamos captar recursos através do Fundo do Idoso, que nós criamos em 2016, para que essa obra fique pronta e o hospital todo equipado”, disse o prefeito do Recife.

Na parte ambulatorial, que contará com 13 consultórios, serão oferecidas especialidades médicas como Geriatria, Neurologia, Cardiologia, Proctologia, entre outras. Também serão ofertados exames especializados como Eletroencefalograma, Colonoscopia, Tomografia, Ressonância Magnética, Urodinâmica, Eletroneuromiografia, além de cirurgias especializadas, como a de próstata, a de videolaringoscopia e a vascular. “Esse hospital vai integrar uma política que começa desde a promoção à saúde até a prevenção e controle de complicações crônicas comuns à faixa etária acima de 60 anos, como diabetes e hipertensão, por exemplo. Vamos oferecer o que se tem de melhor nas áreas de geriatria e de gerontologia, com a afetividade e o carinho que a pessoa idosa merece”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Jailson Correia.

O atendimento no Hospital da Pessoa Idosa será aos moldes do que já acontece hoje no Hospital da Mulher, feito de forma regulada. “Os pacientes são encaminhados pelos postos de saúde da prefeitura para a realização dos exames, para o internamento ou tratamento cirúrgico. Eventualmente, os pacientes poderão ser encaminhados a partir das UPA’s, por exemplo”, disse o secretário. Esse formato, contudo, não agrada quem precisa do SUS. “Nós queremos atendimento direto sem precisar passar pelos postos de saúde. Conheço idosos que precisam de dermatologistas pra começar uma hidroginástica e não conseguem”, reclamou a aposentada Jacira Pontes, 67 anos.

REFERÊNCIA – Outra obra será iniciada em outubro para priorizar o atendimento às pessoas acima de 60 anos. Será a Unidade de Referência e Atenção ao Idoso, um prédio anexo ao Hospital Geral de Areias, que vai oferecer serviços ambulatoriais e ações de assistência ao idoso, reabilitação e fisioterapia, com ginásio e piscina. “A expectativa de inaugurar a Unidade de Referência é na mesma época do Hospital da Pessoa Idosa”, informou o governador do estado, Paulo Câmara.
Números do Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa
200 mil é a estimativa da população idosa no Recife
R$ 25 milhões é o investimento municipal na construção do hospital
8 mil m² é a área do hospital
5 mil consultas serão oferecidas a esse público quando a unidade estiver pronta
300 internações por mês
300 cirurgias mensais por mês
400 profissionais de saúde, sendo 70 médicos
70 leitos, sendo 10 UTI’s, 62 enfermarias, 6 de recuperação pós-anestésica
4 salas de cirurgia
1 farmácia
1 centro diagnóstico
1 ambulatório com 13 consultórios
Fonte: Secretaria de Saúde do Recife.
Print Friendly, PDF & Email
COMPARTILHAR
Artigo anteriorALUNOS DA REDE ESTADUAL DESENVOLVEM APLICATIVO PARA A FENEARTE 2019
Próximo artigoVICE PREFEITO DA PEDRA TEM PAI ASSASSINADO
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos, é jornalista de acordo com o registro profissional nº 7052/PE, é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui