Nos seis primeiros meses deste ano, o número de violações contra a população idosa já ultrapassou todo o ano de 2018, a informação é do Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (CIAPPI), programa da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH). A partir das denúncias recebidas foram identificadas 1.301 violações em 2019 e 1.151 em todo o ano de 2018. No ranking das violências está a negligência, no topo, com 457 registros; após, a violência financeira com 308, em seguida, a violência psicológica, 270.

Dentre essas inúmeras violações, se encontra a história do senhor José [nome fictício], que teve seu caso encaminhado ao CIAPPI, por meio da ouvidoria da SJDH. A denúncia realizada de forma anônima revelava que o idoso era agredido verbalmente com gritos, palavras ofensivas e de baixo calão, pelos netos, e também negligenciado, pois não recebia os devidos cuidados. José representa uma triste realidade, um idoso pode sofrer diversos tipos de violências.

De acordo com o secretário-executivo de Direitos Humanos, Diego Barbosa, o aumento das violações recebidas por meio de denúncias são reflexos da intensa atuação do CIAPPI. “Em pleno junho violeta, estes números refletem que a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos vem intensificando a atuação das equipes do CIAPPI. O Centro está difundindo, cada vez mais, as ações de conscientização e enfrentamento às violações contra a pessoa idosa, sensibilizando a sociedade quanto ao seu papel de denunciar”, explica.

SERVIÇO:

CIAPPI

Formado por uma equipe multidisciplinar, o CIAPPI atua com atendimento especializado, escuta qualificada e humanizada, serviço de orientação psicossocial e jurídica. Também realiza encaminhamentos dos casos de violência, maus-tratos e abandono à rede integrada de promoção e defesa dos direitos da pessoa idosa; acompanhamento e visitas periódicas a instituições filantrópicas, públicas e privadas. O CIAPPI fica na Rua Santo Elias, 535 – bairro do Espinheiro – Recife/PE

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui