Nesta quarta-feira, dia 22, policiais militares foram solicitados pelo agente de plantão da cidade de Ibimirim, o qual informou que havia uma pessoa havia dado entrada no hospital daquela cidade, vítima de disparo de arma de fogo.

Chegando ao hospital, policiais constataram a veracidade do fato. Tratava-se do adolescente de 14 anos, o qual já chegou naquela unidade de saúde sem vida.

Após esta constatação, os policiais militares foram até a rua José Rafael de Freitas, lajes, Ibimirim, local do fato e ali fizeram uma varredura, a procura da arma de fogo, que já não estava mais no local.

Foi indagado ao irmão do menor, vítima do fato, e o mesmo informou que a arma havia sido jogada por ele no mato na área externa da casa.

Momento em que os policiais militares realizaram uma busca e localizaram a arma, um revólver cal. 32, Taurus, número de série 465970, 06 munições cal. 32, sendo 05 munições intactas e 01 deflagrada.

Familiares da vítima informaram que minutos antes do fato, o menor havia discutido com sua genitora e após esta discussão havia entrado no seu quarto e efetuado um disparo contra sua cabeça.

O corpo seguiu para o IML para perícia.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVEREADOR DÓIA DENUNCIA NA CÂMARA ABANDONO DE DESSALINIZADOR EM RIO DA BARRA. “ESTÁ PRESTES A CAIR”, DIZ
Próximo artigoADOLESCENTE DE 16 É ESPANCADA POR IRMÃOS EM IBIMIRIM.
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos e hoje é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui