Na manha desta terça-feira, 07, a Equipe de Investigação da Delegacia de Polícia da 156ª Circunscrição, sob o comando do Delegado Marcos Virgínio Souto e coordenação do Delegado Israel Lima Braga Rubis, cumpriu o mandado de Prisão Preventiva, em desfavor de ANDERSON THYAGO DA SILVA SANTOS, alcunha “BODÃO”, em conjunto com os Malhas da Lei da 19ª DESEC, pela prática, em tese, de Homicídio Qualificado, praticado na cidade de Arcoverde, em dezembro de 2018, praticado em desfavor de Woshington Ferreira da Silva.

A citada ação é uma continuidade da Operação de Intervenção Tática denominada Cruzeiro de Sangue, deflagrada no início de janeiro de 2019.

O corpo da vítima foi encontrado, em estado de decomposição, no loteamento Bela Vista, próximo a antena de rádio.

A prisão preventiva é oriunda da denúncia ofertada pelo Ministério Público junto a Vara Criminal de Arcoverde.

Após as formalidades legais, o preso foi submetido à perícia traumatológica, e recolhido ao Presídio Advogado Brito Alves-PABA, onde ficará a disposição da Justiça. Tal ação constitui uma importante linha de repressão aos crimes contra a vida, no âmbito do Pacto Pela Vida.

Também na manhã desta terça-feira, a equipe de Investigação da Delegacia de Polícia da 156ª Circunscrição, sob o comando do Delegado Marcos Virgínio Souto e coordenação do Delegado Israel Lima Braga Rubis, cumpriu o mandado de Prisão Preventiva, em desfavor de ROMÁRIO LIMA CAVALCANTI, em conjunto com os Malhas da Lei da 19ª DESEC, pela prática, em tese, de Tentativa de Homicídio praticado em face da vítima, EDMILSON MELO VIANA DOS ANJOS, no mês de setembro de 2018.

A prisão preventiva é oriunda da denúncia ofertada pelo Ministério Público junto a Vara Criminal de Arcoverde. Após as formalidades legais, o preso foi submetido à perícia traumatológica, e recolhido ao Presídio Advogado Brito Alves-PABA, onde ficará a disposição da Justiça.

Tal ação constitui uma importante linha de repressão aos crimes contra a vida, no âmbito do Pacto Pela Vida.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMENOR DE 16 ANOS É MORTO EM SERTÂNIA COM TIRO ACIDENTAL
Próximo artigoMAIS ALUNOS ATENDIDOS PELO PROJETO BOA VISÃO NA UPAE GARANHUNS
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos e hoje é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui