Durante rondas e abordagens a equipe da Rocam juntamente com a GT local foi acionada pela central da 2ª CPM, para fazer deslocamento ao CREAS.

De imediato foi realizado o deslocamento e segundo testemunhas, o imputado,um homem de 22 anos de idade, momentos antes da chegada da polícia, tentou entrar no estabelecimento, o qual sua mãe e seus irmãos estavam sob proteção do CREAS, devido várias ameaças de morte, que as vítimas vêm sofrendo do imputado.

No momento da chegada do efetivo, o imputado já havia se evadido do local. Foram realizadas diligências e o imputado foi localizado em sua residência, como também uma faca de mesa.

O imputado foi abordado e encaminhado a DP local. Segundo testemunhas a vítima de 45 anos de idade, mãe do acusado, foi na DP local na manhã desta sexta-feira, dia 3, juntamente com o CREAS e registrou um B.O n°19E0248000605, onde relata que vem dormindo na rua, devido às ameaças de morte que sofre pelo imputado.

Que o imputado costuma andar com duas facas. Foi lavrado o auto de prisão em fragrante delito.

Print Friendly, PDF & Email
COMPARTILHAR
Artigo anteriorEM SERTÂNIA PAI AGRIDE FILHA E A AMEAÇA COM UMA FACA. AMBOS VÃO PARAR NA DELEGACIA
Próximo artigoPROJETO “CIDADANIA COM VEZ E VOZ” TEM O OBJETIVO DE APROXIMAR O CIDADÃO DO MPPE
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos, é jornalista de acordo com o registro profissional nº 7052/PE, é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

1 COMENTÁRIO

  1. É mundo cão , e nesses interiores do estado cidades de pequenas proporções , não tem meio de vida e comércio para todos , pois tem que estudar para ser gente e procurar outra cidades com mais progresso e em pujante crecimento , que tem muitas no sul e centro oeste deste brasil , agora tem que ter profissão se não vai morre de fome pelas ruas .

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui