Com uma trajetória de luta, perseverança e muita dedicação a sua função como legitimo representante do Ministério Público de Pernambuco, o promotor de Justiça Marcelus Ugiete aposentou -se neste dia 30 de abril.

Uma vida inteira dedicada ao Ministério Público de Pernambuco e durante os 33 anos naquela instituição, além de ter recebido a medalha leão do norte de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco e Medalha Joaquim Nabuco de Direitos Humanos pela Câmara Municipal do Recife, ainda é autor e implementou o projeto Desencarceramento responsável com semiaberto harmonizado –  para que presos e presas do regime semiaberto que trabalhem externamente não precisem voltar para unidade superlotada e sem condição. Eles trabalham e voltam pra suas casas e permanecem com suas famílias devidamente monitoradas e com horário de ir e voltar para o trabalho e de permanência em casa. No Estado já tem cerca de 500 presos nesse projeto e não há registro de nenhum crime praticado por eles ou elas que estão nesse projeto, o projeto foi feito por mim em 2014 e foi implementado em setembro de 2017. Um homem e um profissional que sempre teve a preocupação de tratar a todos com humanidade e, sobretudo com igualdade.

Marcellus começou i a trabalhar com 8 anos, de família pobre, chegou até a engraxar sapatos,  vender colorau e cominho de porta em porta, entregar marmita, vender laranja, mas não esquecia de estudar para se colocar a serviço da população, ingressando assim, após ser considerado um dos melhores alunos no curso de direito, na carreira de Promotor de Justiça do Estado de Pernambuco.

O Promotor Marcellus falou com o Tribuna do Moxotó e nos disse que a aposentadoria vinha sendo discutida desde o final de 2017 e que desde 2015 ele já tinha esse direito. “Eu já vinha falando sobre a aposentadoria quando, em 2018, surgiram essas denúncias. Para não me aposentar e sair sob a acusação de estar fugindo, eu esperei o processo administrativo ser concluído para eu dar entrada. E assim o fiz. Pedi minha aposentadoria no dia 25 de março”,diz.

“A minha aposentadoria é um direito adquirido. Eu trabalho desde os 9 anos, engraxando sapato, vendendo na rua. Contribui durante 33 anos, dos quais 18 eu exerci meu trabalho nas Varas de Execuções Penais. Nenhuma das denúncias foram recebidas pela Justiça. Eu não sou réu em nenhum processo criminal. Já o administrativo, eu recorri e estou aguardando”.

O advogado do promotor, Emerson Leônidas,  disse que “Marcellus deu entrada há um mês na aposentadoria por já ter mais de 33 anos de contribuição e isso não o favorece em nada porque se trata de um direito adquirido. Se fundamenta no fato de ele ter cumprido os requisitos legais exigidos pela Previdência Social para a obtenção do benefício. Não tinha condições de continuar no MPPE sofrendo essas perseguições”, explicou.

O PROMOTOR MARCELLUS UGIETTE FOI SEMPRE UMA VOZ FIRME NO MPPE EM DEFESA DOS DIREITOS DAQUELES QUE VIAM SEM DIREITOS CASTRADOS

Durante longos anos o promotor Marcellus Ugiete dedicou sua vida cuidando dos direitos de presos a frente das execuções penais e ali desempenhou um ótimo trabalho, sendo exaustivamente elogiado por todos. “Sei que tínhamos em doutor Marcellius um anjo, era ele que mediava conflitos entre o sistema penitenciário e os apenados, era ele que sempre na hora mais precisa levava palavras de conforto a familiares de presos, a agentes penitenciários e seus subordinados,sendo assim um excelente profissional de conduta ilibada. Dele só tenho elogios”, disse uma serventuária da justiça de Pernambuco, que pediu ao site para não se identificar ter medo de represálias, “estão perseguindo um promotor imagine uma pessoa como eu”, completou.

Infelizmente vivemos em um país em que as acusações feitas contra cidadãos, muitas vezes sem uma vasta apuração, são colocadas com verdades absolutas, condenando-se antes da própria justiça, a ordem está invertida, lembremos sempre que o ônus da prova cabe a quem acusa. Por conta disso, pessoas honradas estão tendo, muitas das vezes, sua honra vilipendiada por fatos ainda a serem apurados, mas para se oferecer boas manchetes em jornais sensacionalistas, coloca-se como sendo verdades imponderáveis. Não se pode perder de vista que todo e qualquer processo judicial deve cumprir as garantias inafastáveis da ampla defesa e do contraditório — de um processo justo —, sob pena de retornarmos à época da justiça feita com as próprias mãos.

O Tribuna do Moxotó se solidariza com este grande cidadão, com esse grande profissional, o qual durante 33 anos fez um brilhante trabalho a serviço do Ministério Público, na busca dos direitos do cidadão.Isso o norteou em toda sua carreira.

Boas ações permanecem vivas e este é o grande legado deixado pelo agora promotor aposentado Marcellus Ugiette, que ele desfrute merecidamente dessa aposentadoria, ciente de que, mais do que ninguém, cumpriu seu dever!

6 COMENTÁRIOS

  1. Dr. Marcellus Ugiete, exemplo de profissional e de humanidade!
    Quem o conhece, e é pessoa de bem, só tem o bem a falar desse grande homem!

  2. Assino e referendo qualquer ilação ou acusação em desfavor do ilustre e humanista, Marcellus Ugiete.
    Nosso estado é um queijo perfurado por ratos. Mas, Marcellus que conheço há tantos anos, não faz parte dos miúdos nova seita. Obrigado, amigo. Por quase uma década desfrutar da sua amizade e sentir qual grande e singelo é o teu ser. Chego já por aí pra um grande abraço. Fica com Deus!

  3. Dr.Marcelo é um grande filho,irmão,pai,esposo,amigo e um grande proficional com um carater indiscutivel, quem o conhece e conviveu com ele sabe de sua grandiosidade um grande abraço Dr.Marcelo e va desfrutar daquilo que lhe é de direito.

  4. Dr macellus que Deus abençoe e que o mal nunca vence o bem… é uma história de vida que você fez em Pernambuco pelos menos favorecidos.! zelito

  5. Muryllo Salgado Promotor de justiça ( aposentado) Meu honrado amigo e colega,DR. PROMOTOR MARCELLUS UGIETTE ,na minha opinião ê uma pena para o MPPE ,perder a sua EXCELENTE contribuição, tendo em vista a sua aposentadoria, porém no mundo ATUAL, em que vivemos, onde os CORRUPTOS ( errados),quando são incomodados por qualquer motivo, diretamente ou indiretamente no seu ” PODER ” , se aproveitam por qualquer falha humana para perseguir as pessoas, porém a “JUSTIÇA na grande maioria das vezes n TARDA, mas não FALTA ” e nesse caso específico eu não me refiro ao nosso querido e INDEPENDENTE MINISTÉRIO PÚBLICO e sim aos outros PODERES ou INSTITUIÇÕES, os quais têm INVEJA dos SÉRIOS e HONRADOS, membros que dela fazem parte. Agora existe um um ” ADÁGIO POPULAR” que se encaixa como uma LUVA, no seu caso, as pessoas ou seja a MÍDIA, só sente falta de uma ” PESSOA BOA ” quando ela ” MORRE ou se afasta definitivamente do local onde trabalhou ou seja onde viveu ou conviveu. Agora eu digo plagiando a ” SABEDORIA POPULAR ” ,não vai demorar muito tempo para você saber ou por ouvir dizer de pessoas ou de seus colegas de trabalho ou de profissão: ” Se o PROMOTOR UGIETTE, estivesse aqui isso não iria “ACONTECER ” e se caso ACONTECESSE, ele resolveria satisfatoriamente para ambas as PARTES, baseado na Legislação Atual ,vigente. Agora para finalizar rogo a ao ESPÍRITO SANTO, que deu coragem para VOCÊ, seus FAMILIARES, PARENTES e AMIGOS enfrentarem essa ” ÁRDUA GUERRA ” ,eu tenho CERTEZA que ELE irá confortar a todos com uma ” ÓTIMA DECISÃO FINAL ” Nesse meu comentário, tentei fazer as MERECIDAS e JUSTAS ,homenagens ao meu amigo e colega PROMOTOR DE JUSTIÇA ,DR. MARCELLUS UGIETTE. DEUS o proteja e ilumine sempre e a toda sua família.

  6. Bem eu conheço o Dr. MARCELLUS UGIETTE, uma pessoa exemplar, amigo um irmão, sempre disposto a ajudar a qualquer pessoa que o procure.
    Uma pessoa digna de ser chamado AMIGO. Que deus continue a iluminar e o abençoar.
    Que desfrute de sua aposentadoria junto com a sua família e amigos, com paz saúde e com a conciência tranquila do dever cumprido.
    WELLINGTON RICARDO Comissário Especial de Policia Cívil/PE.
    Amigo um forte Abraço. Fica com Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui