A OPOSIÇÃO EMITIU NOTA SOBRE A DENÚNCIA FEITA NO RELATÓRIO DO TCE

A oposição de Sertânia, encabeçada pelos vereadores Orestes Neves, Junhão Lins, Damião Silva, Vando do Caroá e Doia, além dos advogados Celestino Barros e João F. B.Neto, emitiram nota em carro de som e para os blogs colocando sua posição sobre a denuncia do relatório do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), revelado mais no Blog de Noélia Brito (confira AQUI), que apontou graves irregularidades em despesas do Instituto Pernambucano de Agronomia (IPA), ligado à Secretaria de Agricultura do Estado, pagando antecipadamente por serviços não prestados ou não concluídos,  traz em seu bojo, uma Planilha com todas as emendas parlamentares e respectivos autores e valores.

De acordo com o Relatório de Auditoria mencionado, as emendas destinaram os recursos para uma cooperativa ligada a familiares do atual presidente da Alepe, Eriberto Medeiros (foto). Essa Cooperativa, contratada pelo IPA, sem licitação, por sua vez, subcontratou os serviços para empresas cujos sócios são um cunhado e primo de Eriberto Medeiros, a ex-esposa dele e a prefeita de Cumaru, que é esposa de Eriberto Medeiros.

Ainda segundo o TCE, as emendas omitiram os nomes das entidades beneficiárias na Lei Orçamentária, o que atesta o TCE, seria ilegal. Os nomes das entidades beneficiárias das emendas só foi informado ao secretário de Agricultura posteriormente por meio de ofícios dos deputados citados.

Confira a nota emitida pelos membros da Oposição de Sertânia:

NOTA DAS OPOSIÇÕES DE SERTÂNIA

ESCUTE A NOTA 

ESCÂNDALO ENVOLVENDO O ATUAL PREFEITO DE SERTÂNIA ÂNGELO FERREIRA QUANDO ERA DEPUTADO ENVERGONHA MAIS UMA VEZ O SERTANIENSE.  AQUELE QUE TRABALHA MERECE SER GOVERNADO POR QUEM ZELA POR O NOSSO DINHEIRO.

 MAS COMO ACREDITAR NISTO DIANTE DE UM VERDADEIRO MAR DE LAMA E SOBRE ELE UMA NAU COMANDADA POR HIPÓCRITAS, DEMAGOGOS E POSSÍVEIS SURRIPIADORES DO DINHEIRO PÚBLICO? 

POIS É SERTANIENSE, É NOTÍCIA EM TODO ESTADO. O ENTÃO DEPUTADO ÂNGELO FERREIRA E MAIS 9 DEPUTADOS, FORAM PEGOS DE CALÇAS CURTAS PELO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO.

O T.C.E ENCONTROU GRAVES IRREGULARIDADES EM DESPESAS LIGADOS A SECRETARIA DE AGRICULTURA DE PERNAMBUCO, ERA NOSSO DINHEIRO PAGANDO SERVIÇOS NÃO PRESTADOS OU NÃO CONCLUÍDOS. QUE COISA FEIA!!

DE ACORDO COM O T.C.E, ESSAS EMENDAS DESTINAVAM SEUS RECURSO A UMA COOPERATIVA LIGADA AO ATUAL PRESIDENTE DO PODER LEGISLATIVO DE PERNAMBUCO, E ÂNGELO FERREIRA E MAIS 9 DEPUTADOS, DE FORMA ILEGAL, OMITIRAM OS NOMES DAS ENTIDADES BENEFICIADAS. ESTRANHO ISSO NÃO SERTANIENSE???

NÃO BASTASSE OS ESCÂNDALOS ENVOLVENDO A ATUAL GESTÃO MUNICIPAL, AGORA MAIS UM GRANDE ESCÂNDALO A NÍVEL ESTADUAL, ENVOLVENDO DINHEIRO PÚBLICO E O POLÍTICO ÂNGELO FERREIRA.

O SENHOR ÂNGELO FERREIRA DEVE EXPLICAÇÕES SIM, TANTO AO T.C.E QUANTO AO POVO TRABALHADOR E HONRADO DE SERTÂNIA, POVO QUE ESPERA TRANSPARÊNCIA E HONRADEZ DOS QUE COMANDAM O DESTINO DE SUA TERRA.

QUE VERGONHA SERTÂNIA!!  

COMPARTILHAR
Artigo anteriorRODOLFO PODE SER RELATOR DA NOVA LEGISLAÇÃO DA RADIODIFUSÃO
Próximo artigoEM SERTÂNIA IRMÃS SE AGRIDEM POR CAUSA DE HERANÇA DE TERRA
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Professor do Programa de escola Integral , atuando na Escola de Referência em Ensino Médio Olavo Bilac - Sertânia. Atualmente está fazendo especialização em gestão e coordenação em educação (pós graduação).

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui