Há muito tempo que sertanienses reclamam das empresas responsáveis pela obras tanto da transposição quanto da adutora do Agreste, é que a postura dessas empresas tem irritado diversos trabalhadores do município.

São pais de família que se concentram em frente a sede dessas empresas, entregam seus currículos, mas no entanto são ignorados. Não há uma palavra de um só chefe político em Sertânia para conversar com o responsável dessas empresas e ver com ele qual o critério para absorver estes trabalhadores.

Sabe-se que são empresas privadas, sabe-se que elas contratam quem bem quiser, mas não há dúvida de que por está instalada no município não custava nada absorver nosso trabalhadores sertanienses, o que ocorre é o que todos observam: a maioria dos funcionários dessas empresas são de outros Estados, da Bahia, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte e até de São Paulo, num verdadeiro absurdo, pois temos sertanienses que podem, com muita competência, fazer o mesmo trabalhos desses operários.

Mas qual o motivo dessas empresas não contratarem nossos sertanienses??? É a pergunta que gira no município e que ninguém consegue responder.

Vamos ao desabafo enviado para o e-mail da nossa redação de um sertaniense chamado EDSON RAFAEL, sobre tudo isso. Leia o que ele nos escreve:

“Caro amigo Esequias, venho através dessa lhe contar o que se passa e demostrar minha indignação sobre a falta de emprego dos nossos conterrâneos Sertanienses.

O nosso povo daqui humilhado não consegue levar dignidade pra dentro de suas residencias, a Construtora Ferreira Guedes (Grupo Agis) deixa de dar oportunidade de emprego ao nosso povo e fazem suas contratações para pessoas do Estado da Bahia, Rio Grande do Norte e em sua maioria para gente do Ceará. 

Só para você ter uma ideia só de Currais Novo-RN tem cerca de 500 pessoas. Sertânia  hoje é uma província de outros Estados do Nordeste, temos a inoperância de um governo municipal pífio e inerte, que apenas observa isso e nada faz.

Muito bom o que acontece, o cara vem ganhar dinheiro na nossa cidade e vai gastar em outro Estado, acabando de vez com a nossa economia local, o poder publico municipal era para cair de dentro e recomendar as contratações locais.

Esequias é humilhante aqui, temos diversos profissionais  na sua maior amplitude qualificada, o governo municipal tem uma ferramenta lucrativa que é o ISS fruto da alocação do serviço em Sertânia, PODERIA FAZER UMA CONTRAPARTIDA, sei lá, tem várias sugestões para que o prefeito tente ajudar os filhos da nossa Sertânia, mas ele não tá nem aí. 

Por favor, alguém me ajude entender e pedir desculpa pela minha ignorância se eu estiver errado. Somos de Sertânia e não temos direito ao trabalho que nos esta garantido na nossa constituição e esse desgoverno não enxerga isso, lamentável, pra não dizer que é de dá nojo. 

Me  desculpe amigo, eu não considero AJUDANTE GERAL COMO profissão definida, existem vários ajudantes de outro Estado trazido pela Ferreira Guedes. A pergunta que faço é: será que aqui em Sertânia não tem este tipo de profissional?

Deixo aqui meu desabafo e confio na sua maior competência, peço que divulgue no seu meio de comunicação para tornar publico o que estamos passando. 

Forte Abraço.

Edson Rafael.

É verdadeiro absurdo, ler um desabafo de um sertaniense ávido por um emprego e saber que a empresa FERREIRA GUEDES e outras, estão boicotando trabalhadores de Sertânia e importando trabalhadores de outros Estados, com as mesmas funções dos trabalhadores que existem em Sertânia. O pior é observar que quem poderia fazer alguma coisa, nada faz.

Lamentavelmente sabemos que esse desabafo de Edson Rafael não vai resolver nada e que esta empresa que se instalou em Sertânia vai continuar a trazer gente de outros Estados.

Lamentável!! Será que ninguém pode fazer nada???

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPREFEITO ÂNGELO FERREIRA DESCUMPRE RECOMENDAÇÃO DO PROMOTOR DE JUSTIÇA DE SERTÂNIA
Próximo artigoSERTANIENSE SOFRE ACIDENTE EM PESQUEIRA E DESORIENTADO PEDE AJUDA
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

13 COMENTÁRIOS

  1. Sou Sertaniense mas tenho que concordar com a empresa no fato de ser seleto quanto ao contrato de pessoas de Sertânia. Procure saber quantos dos Sertaniense que estão na porta da Ferrera Guedes pedindo emprego, não colocaram outras empresas na justiça. Infelizmente a grande maioria é um excelente trabalhador até o momento de assinar o contrato mas após, fica de corpo mole e quando sai quer cobrar na justiça algo a mais que o acordado em contrato.
    É triste, as estão pagando o preço da ganância.

  2. Lamentável um negócio desses. Meu esposo está tentando uma vaga de eletricista ou mesmo de ajudante faz meses e só fica na promessa e nada. Morando aqui vai ter que procurar serviço fora

  3. Chefe politico nenhum tem que se meter, nao é por ser uma obra federal que tem que ser asim.
    O povo de sertania é mal agradecido pois a metade da populacao que sustenta é a ferreira guedes, e esses que critica maioria sao quem colocou a paulista na justiça ou seja so pensa no hoje.

  4. Boa tarde! Observando os comentários desabafos , com cidadã vou da minha posição . Não sou empregada na firma não tenho parentes na firma.
    Concordo com o senhor Edson Rafael quando propõe pra que os órgãos municipais se preocupem em entender como vão da andamento as obras que chegam no município. E claro argumenta , solicita,pedir e etc.
    Mais concordo também com a colocação do companheiro que se apresentou com o nome ( Cansando de Mi mi mi).
    Quando ele coloca que muitos se omite em irem a procura de uma oportunidade. Pois é bem assim , o cer humano já se verem em cima de vantagens, já entramos tentando se da bem ,já entramos com o intuito de coloca a firma no pau.Que muitas vezes só sabemos cobra nossos direitos, e esquecemos que tamb m temos deveres. Isso é fato .
    E a companheira Sônia,o que percebo a senhora defendeu seu esposo, claro o companheiro não sitou A ou B mais colocou o que difato acontece amiga , não disendo que não tenha pessoas boas ,trabalhadoras, honestas. Estamos colocando a situação no geral.
    Assim afirmo também concordo em dá oportunidade os da terra. Mais que infelizmente por uma ou outra razão acontece desta forma. Não quero toma partido apenas fiz uma colocação.
    Boa tarde.!

  5. Tem muitos contratados aqui de sertânia na empresa sim, na minha equipe de 30 pessoas só tem três de fora. O problema é que a maioria aqui da região achou que não viria mais nenhuma empresa pra cá, saíram da Paulista e meteram ela no pau ,pensando que iam ganhar muito dinheiro. Se queimaram com as outras empresas e sujaram também aqueles que não botaram. Quem quer de mais , acaba ficando sem nada

  6. Os que nunca colocaram nenhuma empresa no pau,também não tem oportunidades. Meu marido é qualificado pra várias funções, no entanto, nunca foi chamado pra nada.

  7. Complicado trabalho na empresa como auxiliar, e conheço bastante pessoas que são de Sertânia (que trabalham e prestado serviços), pelo que pude compreender o redator de tal postagen não pesquisou e pouco tentou compreender os dois lados antes de postar tau coisa, e não vejo isso como uma coisa ruim pra cidade como o mesmo disse que não trás renda para cidade, pois eles estão alojados na cidade eles precisam de moradia , alimentação ,vestimenta , atendimento médico entro outros serviços e produtos fornecidos pela cidade onde ao meu ver aumentou a renda da cidade, e em questão da auta quantidade de pessoas de Currais novos si lembre que a cidade que si refere tem sua cultura em mineração , onde a maioria dos seu serviço são aplicados na transposição tanto nos tunies e terra planagem assim sendo mais fácil encontrar mão de obra

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui