Recebemos do vereador Damião Silva uma nota sobre sua ausência na votação do projeto de autoria do prefeito Ângelo Ferreira, onde ele extinguiu os cargos de gari, vigilante, coveiro, auxiliar de enfermagem e tantos outros, no famoso projeto apelidado de Projeto da Barbárie.

Veja o que disse o nobre vereador Damião Silva:

“Prezado Esequias, gostaria aqui de informar o teor real de minha falta no dia da votação que excluiu de forma covarde os futuros cargos de garis e de vigilantes para um possível concurso, tenho consciência de minha falta na votação do projeto, porém todos sabem que a bancada do prefeito votaria de qualquer forma para aprovação do mesmo, minha ausência na votação se explica pelo o motivo de uma prova na faculdade que não poderia perdê-la, tendo em vista que meu voto não iria mudar na aprovação, justifico a todos os sertanienses e deixo minha indignação aos que votaram a favor desse projeto.

Só lembrando aos eleitores para uma justa interpretação: não faltei por faltar, faltei por motivo justo, como os colegas vereadores da bancada também sabiam e continuo defendendo a oposição como também continuando ao lado do povo sertanienses.

Sertânia merece mais respeito, e estamos sempre unidos para lutar por melhores dias.”

Vereador Damião Silva.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSEM SURPRESA: PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DE SERTÂNIA CONTINUA SOB O DOMÍNIO DE ÂNGELO FERREIRA.
Próximo artigoREALCE CALÇADOS EM MONTEIRO ABRE NESTE DOMINGO ATÉ ÀS 16 HORAS
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Professor do Programa de escola Integral , atuando na Escola de Referência em Ensino Médio Olavo Bilac - Sertânia. Atualmente está fazendo especialização em gestão e coordenação em educação (pós graduação). PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

1 COMENTÁRIO

  1. Não justifica a falta do Vereador Damião Silva no dia da votação da extinção dos cargos, pois se fosse para aumentarem os seus salários, não teria prova de faculdade que empatassem.

    Foi covarde!

    Mesmo sabendo que teria como mudar, tinha feito sua parte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui