O ADVOGADO DA FAMÍLIA ACILON FOI A DELEGACIA DE POLÍCIA E PRESTOU QUEIXA-CRIME CONTRA O PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE SERTÃNIA POR CALÚNIA E INJÚRIA

Mais um round envolvendo parte da família Acilon e o grupo acusado por diversos cidadãos,  de comandar politicamente o município com mão de ferro.

No dia das eleições, domingo, dia 7, circulou nos grupo de whats app, um áudio, onde o presidente da Câmara de Vereadores de Sertânia, Antônio Henrique acusava alguns membros da família do Deputado Federal Gonzaga Patriota, família Acilon, de estarem armados e ameaçando algumas pessoas, inclusive, segundo denúncia do advogado da família e que teve seu nome envolvido na denúncia, “induziram até um funcionário contratado da prefeitura a prestar uma suposta queixa de ameaça, quando esta não existiu em momento algum”, disse João Neto, advogado e sobrinho do deputado Gonzaga Patriota.

A QUEIXA-CRIME PRESTADA PELO ADVOGADO E SEUS FAMILIARES NA DELEGACIA DE POLÍCIA DE SERTÂNIA

“Cuidamos in loco em prestar uma queixa-crime contra, o que chamamos de denúncias levianas, infundadas e mentirosas, pois, em nenhum momento ameaçamos ninguém, não temos esse costume de ameaçar as pessoas, fomos a Delegacia de polícia e também ali, formulamos em uma queixa-crime, mostrando toda nossa indignação, foram denúncias mentirosas e que serão devidamente esclarecidas, somos gente de bem e não usamos de subterfúgios e nem pessoas humildes para mentir, não costumamos nos fazer de vítimas para ganhar a simpatia de quem quer que seja, honramos nossos parentes, honramos nosso patriarca, homem de bem, que foi vítima de violência, violência que abominamos, acreditamos sempre na força da palavra e é com ela que vamos até o fim. Em hipótese alguma aceitamos viver sob a égide de coronéis que acham que podem tudo, contra isso agiremos recorrendo sempre a justiça, pois é nela que depositamos nossa fé e confiança, defenderemos sempre a democracia e os cidadãos de bem de nossa querida Sertânia. Contra essas mentiras, repito, temos a justiça e é a ela que estamos recorrendo. Nos aguardem!!”, disse o advogado João Ferreira Neto, representando a família Acilon, que desde o inicio do mandato do atual prefeito e parte do seu grupo, parece tê-la escolhido para destinar todo seu ódio.

O advogado enviou a redação do Tribuna do Moxotó, cópias da queixa crime e também da procuração, onde a coligação, encabeçada pelo então candidato Armando Monteiro, o coloca como advogado daquele grupo.

“Salientando que essa procuração da coligação PERNAMBUCO VAI MUDAR, outorgou o advogado João F. Neto para determinados poderes específicos, bem como o de opor representações para o exercício de poder de policia eleitoral local, para apresentar documentos, formular relatórios, noticias de crimes eleitorais”, explicou o advogado.

“Certamente essas acusações infundadas, injustas e sem provas, são sinais de desespero do vereador, logo toda a sociedade sertaniense sabe quem é a família dos Patriotas, nossa família, são pessoas humildes, dignas e trabalhadoras, comprometidas com os requisitos básicos de respeitarem os princípios basilares dos bons costumes para viver bem na sociedade”, explicou João Neto.

E continuou: “Diante disso, com o objetivo de denegrir a imagem toda nossa família, por saber dos laços políticos em que esta representa, o vereador enfurecido e desnorteado, divulgou um áudio ofendendo a honra de todos, violando como sempre, o dever de bom cidadão, acusando sem provas, atirando para todo lado, como se fosse um modo de intimidar todos, muito embora que não vamos cair nessa, essa politica perversa e provinciana já ultrapassada, pois vivemos outra era”, concluiu o advogado.

Lamentável cenas como estas, onde os que comandam parecem querer impor sua vontade pela força, buscando intimidar aqueles que não baixam a cabeça e nem se curvam ante a batuta dos coronéis provincianos do século XXI, induzindo pessoas a se dividirem, se odiarem, desconhecendo seus próprios conterrâneos e irmãos.

Sertânia não merece isso!!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEM CUSTÓDIA CADÁVER É LOCALIZADO. EM SERTÂNIA IRMÃO AMEAÇA IRMÃO COM FACA PEIXEIRA
Próximo artigoCOLUNA PAIVA NETTO: SAÚDE OCULAR
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Professor do Programa de escola Integral , atuando na Escola de Referência em Ensino Médio Olavo Bilac - Sertânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui