FURTO CONTRA ESTABELECIMENTO COMERCIAL

Policiais militares da Gt., juntamente com o efetivo da Rocam, realizavam abordagens, sendo solicitados pelo vigia informando que ao fechar o portão e soltar os dois cachorros, observou dois elementos armados, que mandou o mesmo parar e efetuaram dois disparos de arma de fogo em sua direção, porem não o atingiu.

Foi realizadas rondas no interior da fabrica, não sendo localizado ninguém devido a escuridão e ter vários acessos para fuga, quebraram a porta de vidro e uma de madeira dos dois escritórios e a porta do quarto do proprietário, não levando nada, quando a secretaria chegou constatou que faltava uma pasta contendo vários cheques de terceiros.

A ocorrência foi repassada para a DP local para serem tomadas as medidas cabíveis. Os elementos não foram identificados.

DESOBEDIÊNCIA/ DESACATO

Policiais da Gt, juntamente com o efetivo da Rocam realizavam abordagens,ao avistar o imputado, de 47 anos de idade, em atitude suspeita e ao ser dado a ordem para o mesmo colocar as mãos na cabeça ele desobedeceu por varias vezes, bem como reagiu a abordagem, ao ser perguntado onde o mesmo residia, respondeu :“um palavrão”, chamando esse efetivo de “porra”, diante dos fatos o mesmo foi apresentado a Delegacia de Polícia loca para serem tomadas as medidas cabíveis.

O fato ocorreu na travessa Henrique Dias, no centro de Sertânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui