imagem ilustrativa

Policiais militares da GT foram solicitados pelo Agente de plantão na delegacia da cidade de Custódia, informando que a vítima, uma mulher de 23 anos idade, compareceu aquela unidade policial pedindo ajuda, pois havia sofrido agressão por parte do seu companheiro, um homem de 37 aos de idade.

Segundo a queixosa, afirmou que foi agredida com 04(quatro) socos e também quase foi ferida por um facão, além de ameaças de morte; e que por conta disso teve que fugir de casa para salvar sua vida, sendo obrigada a abandonar seu bebê de 06 meses sozinho com o agressor.

Quando o policiamento chegou ao local, os vizinhos informaram que o imputado fugiu e deixou a criança sozinha e desamparada.

Na ocasião, uma pessoa ao tomar conhecimento que a criança estava sozinha foi até à residência e pegou a criança.

Diante das informações, foram feitas diligências, sendo encontrada a senhora a qual entregou a criança a sua mãe.

A vítima declara que sofre constates agressões por parte do imputado. O rosto da vítima apresentava luxações e escoriações descrito em laudo médico.

O policiamento fez diligências, mas o agressor não foi encontrado. A ocorrência foi entregue na Delegacia de Polícia daquela cidade para as devidas providências cabíveis.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorNATURAL DE ARCOVERDE,DELEGADO DE POLÍCIA, É DESTAQUE NO CEARÁ PELO BRILHANTE TRABALHO
Próximo artigoGUGA LINS PARABENIZA OS MOTOTAXISTAS EM SEU DIA
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui