Dedicado à causa da educação e da pesquisa, o paraibano Antônio Jorge de Siqueira, professor aposentado da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), recebeu da Assembleia Legislativa, na noite desta terça (28), o Título de Cidadão de Pernambuco. A Reunião Solene ocorreu no Auditório Senador Sérgio Guerra, no Edifício Governador Miguel Arraes de Alencar, sede da Alepe. A proposta da concessão da honraria foi da deputada Teresa Leitão (PT).

Graduado em Filosofia e Teologia, o docente é, atualmente, consultor de entidades como a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) e a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe). Siqueira também fez mestrado em Ciências Econômicas e Sociais na França e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Na UFPE, foi diretor do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH). Ele veio morar no Estado – Distrito de Pernambuquinho, em Sertânia (Sertão do Moxotó) – com pouco mais de 1 ano de idade.

“O nosso homenageado é um dos consultores de maior renome em sua área, além de autor de quatro livros, lançados pela Cepe, em que aborda, principalmente, a importância da Revolução Pernambucana de 1817 para a história do Brasil e para a formação de nossa identidade cultural”, destacou o deputado Zé Maurício (PP), que presidiu a cerimônia.

Teresa Leitão afirmou que quem apreciar o currículo do professor Antônio Jorge de Siqueira observará que, além dos serviços prestados ao Estado, ele possui uma identidade muito forte com Pernambuco, especialmente com o Sertão do Moxotó. “Fico muito feliz de aqui ver tantos colegas dele, da universidade, o que comprova, de fato, tudo o que ele é”, declarou.

Para o homenageado, receber o título é motivo de muita satisfação e gratidão. “De fato, eu já sou pernambucano porque aqui fui acolhido desde que vim morar no Sertão do Moxotó, com 1 ano e meio de idade. Agora, torno-me cidadão de Pernambuco de direito, o que é uma honra, sobretudo pelo protagonismo que o Estado exerce no Brasil, por suas lutas libertárias, sociais e pela coragem cívica”, ressaltou Siqueira.

Fonte Alepe

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui