É um verdadeiro absurdo o que ocorre com esse Governo de Pernambuco, depois de atrasar pagamentos de artistas que tocaram no carnaval de 2018, isso mesmo caro leitor, no carnaval DE 2018; depois de atrasar, por diversos meses pagamentos dos pipeiros que prestam serviços ao Governo do Estado, agora chegou a vez de tratar de forma desrespeitosa os policiais militares que trabalharam em dia de suas folgas em eventos juninos, inclusive no São João de Arcoverde, Ibimirim e até da Exposição de Caprinos e Ovinos de Sertânia.

“Além de pagar uma miséria no valor dessas diárias, o Governador ainda atrasa esse pagamento, isso é um absurdo. O valor é de R$ 54,01. São policiais que estão de folga e vão trabalhar para receberem um complemento em suas rendas e ajudarem na feira em suas casas e o governo ainda atrasa esse pagamento. Isso é uma vergonha”, disse uma irmã de um policial militar de Pernambuco ao site Tribuna do Moxotó.

Quem também denunciou o fato foi o Deputado Estadual Joel da Harpa. Ele disse que já recebeu dezenas de telefonemas por parte as tropa pedindo ajuda. Não bastasse as precárias condições do alojamento e o baixo valor das diárias, ainda tem o atraso do pagamento. Um total descaso com a categoria.

Durante as festas juninas, Joel da Harpa viajou pelo estado, visitando os municípios e conferindo de perto as condições de trabalho da categoria. Isso inclui estrutura do alojamento, instalações sanitárias, camas e alimentação.

O parlamentar saiu decepcionado com o que encontrou. Apesar da denúncia, o Comando Geral nada fez. Sofre a tropa que se desdobra durante os eventos e não tem o mínimo de condições para descanso, além de não ter perspectiva de quando vai receber.

O Governo Paulo Câmara se mostra insensível a questão e não remeteu nenhum posicionamento a respeito da questão.

“Os policiais militares estão calados, mas não estão satisfeitos. É que a questão da hierarquia os deixam receosos de fazer qualquer movimento. Mas é fato, que todos que trabalharam nesses eventos das festividades juninas pelo Estado estão bastante decepcionado com o atual governo, que ignora que todos precisam de receber, mesmo pouco, todo precisam desse dinheiro para complementar suas renda”, disse uma outra parente de um policial militar.

Print Friendly, PDF & Email
COMPARTILHAR
Artigo anteriorBRASILEIRO DESCONHECE GRAVES CONSEQUÊNCIAS DO DIABETES, APONTA PESQUISA
Próximo artigoNO PAJEÚ, ARMANDO E MENDONÇA LEVAM MENSAGEM DE MUDANÇA À POPULAÇÃO
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos e hoje é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui