ELEMENTO MORTO DURANTE A OPERAÇÃO NO COMBATE DO ROUBO DE CARGA.

No último sábado, dia 14 de julho, por volta das 08:00h, a equipe do GATI tomou conhecimento, através deste oficial, que na zona rural do município de Sertânia, havia um caminhão abandonado.

Realizaram deslocamento até o local, mais precisamente, Sítio Piotá, município de Sertânia, onde fora constatada a veracidade do fato, sendo que se tratava de uma SCANIA/R124-GA 4×2 N2 360/ 2001, de placas MBF-3375-BA, de cor branca, com baú de carga fechado, de placa DTA-6881-BA.

Que no interior do baú havia 441 (quatrocentos e quarenta e um) caixas de óleo de soja refinado SOYA, havendo, em cada caixa, 20 (vinte) unidades contendo 900 (novecentos) ml.

Que o condutor do veículo não se encontrava no local. Na ocasião, esta equipe conseguiu contatar o proprietário de veículo, por via telefônica, o qual se deslocou até o local para providenciar a remoção do veículo com a carga, posto que estava com a bateria descarregada.

Segundo o proprietário, o veículo teria sido objeto de roubo na noite anterior, próximo à localidade de Serra dos Ventos, no município de Paranatama. Em dado momento, percebeu-se a aproximação de uma motocicleta, que logo se evadiu, retornando, logo após, acompanhada de um veículo.

Ambos empreenderam fuga ao perceberem a presença do policiamento. Que o envolvido  foi alcançado e detido por este efetivo. Ressalte-se que o imputado  que é da cidade de Arcoverde, já esteve preso por tráfico de drogas. Ao ser indagado sobre o que fazia naquele local, alegou que estaria ali para verificar a presença de polícia nas imediações de onde estava a carreta, a mando de alguém que se recusou a identificar.

Os ocupantes do veículo, após atolarem em uma vala, abandonaram o mesmo e fugiram pela caatinga. Após consulta aos sistemas de informações sobre veículos, verificou-se que tratava-se de um FORD Fiesta, 1.5 LS, de cor vermelha, ano 2014, de chassi nº 9BFD55J3FB751543, de placas OYZ-9199, que fora roubado no último dia três indivíduos armados, na BR-104, no município de Quipapá-PE, conforme registro na Polícia Civil. Porém o veículo encontrava-se com as placas KIJ-0848, caracterizando-se uma adulteração conhecida como clonagem.

Quando em deslocamento à delegacia, ainda próximo ao local do fato, na rodovia PE-265, fora interceptado o veículo Golf, de placas KQK-5768, Lauro de Freitas-BA, conduzido por um  envolvido, este, ao ser indagado sobre o motivo de estarem parados naquele local, entrou em contradição, apresentando versões insustentáveis, tendo recebido, durante a abordagem policial, uma mensagem de áudio, na qual um outro indivíduo perguntava sua localização e o porquê de estar demorando. O que levou os policiais militares a deduzirem que o imputado, outro elemento também da cidade de Arcoverde, ali estava, para dar fuga aos indivíduos que se evadiram do veículo Fiesta, já mencionado.

Diante da situação suspeita, o envolvido também foi detido para que prestasse esclarecimentos na delegacia. Durante o deslocamento, poucos quilômetros à frente, ainda na rodovia PE-265, deparamo-nos com o veículo Hyundai HB-20, 1.0, ano 2016, chassi nº 9BHBG51CAHP655145, de placas PYF-0868, o qual encontrava-se parado. No banco do condutor, estava o imputado de 48 anos, também da cidade de Arcoverde, que a após abordagem, foi indagado sobre o motivo de estar estacionado naquele local e respondeu inicialmente que havia parado para urinar, porém, em seguida, confessou estar ali para resgatar duas pessoas a pedido de um POPULAR conhecido por Tácio, o qual seria filho de um oficial de justiça ambos de Arcoverde.

Sendo que Tárcio, continuava a se comunicar através de mensagens de áudio, durante a abordagem policial, com O HOMEM DE 43 ANOS. Nas mensagens, pedia para que O MESMO voltasse, com as luzes do pisca-alerta acionadas, e em velocidade reduzida, pois já estava às margens da rodovia.

Diante do exposto, realizamos deslocamento ao ponto indicado, no intuito de captura os demais envolvidos. Chagando ao local, deparamo-nos com dois indivíduos (Tárcio e um segundo não identificado), os quais ao receberem do policiamento, ordem para que parassem, todavia reagiram efetuando disparos de arma de fogo em direção a equipe policial, que a fim de fazer cessar aquela injusta agressão, revidou proporcionalmente. Devido à pouca luminosidade, de início, não foi possível precisar se os polciaiis havia alvejado algum deles, posto terem adentrado na caatinga.

Porém, o 3ºSgt. PM do GATI, informou que havia sido alvejado, conforme consta em laudo exame traumatológico confeccionado no hospital regional de Arcoverde. De pronto, foi providenciado socorro ao militar ferido e, com apoio de outras equipes policiais, retornaram ao local dos disparos.

Lá, os policiais militares localizaram 01 (um) revólver cal. 38, de marca Taurus, de nº MC758343, com 04 (quatro) munições deflagradas. Poucos metros a diante, foi localizado o corpo de um dos envolvidos, o qual apresentava uma perfuração no crânio e outra no braço direito, estando empunhada em sua mão direita, uma pistola ainda engatilhada, calibre .380, de marca Taurus, acabamento oxidável, de nº KDN62411, alimentada, municiada e carregada, com 09 (nove) munições de mesmo calibre.

Diante das circunstâncias, os policiais realizaram novas diligências, com intuito de capturar o indivíduo que foi identificado pelos demais detidos, como Tárcio, mas não houve êxito na sua localização.

Os policiais militares informaram ainda que devido às dificuldades logísticas para levar a carreta até a delegacia de plantão em Arcoverde, a mesma foi deixada no povoado de Cruzeiro do Nordeste, sob custódia do proprietário, bem como foi noticiado tal fato, ao delegado de plantão na cidade de Arcoverde.

Portanto, nessa brilhante ação dos policiais militares do GATI, foram presos três elementos, um morto, ainda não identificado e um outro foragido, identificado como Tácio, filho de um ofício de justiça da cidade de Arcoverde. Segundo a polícia militar, todos são da cidade de Arcoverde. Quanto ao policial ferido, o mesmo se encontra fora de perigo.

Informações prestadas ao Tribuna do Moxotó pelo 3º. BPM-PE., sediado na cidade de Arcoverde.

Após essa ação da Polícia militar, os suspeitos foram levados para a Delegacia de Polícia de Arcoverde autuados em flagrantes e em seguida pagaram fiança e foram soltos pelo crime de receptação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui