Mais um absurdo no tocante a 46ª Exposição de Caprinos e Ovinos de Sertânia chega a redação do site Tribuna do Moxotó, o prefeito Ângelo Ferreira, que definitivamente não gosta de prestigiar a “prata” da casa, ou seja, não gosta de contar com comerciantes e profissionais de Sertânia, agora dar uma demonstração total dessa verdade.

E não é que o chefe do executivo municipal, foi buscar em Garanhuns, isso mesmo caro leitor, foi contratar em Garanhuns uma empresa de segurança para o evento da Exposição? Talvez achando que as empresas de seguranças sertanienses não tinha competência para realizar esse trabalho e com certeza contratou por muito mais caro da cidade de Garanhuns, num verdadeiro absurdo e demonstração de falta de respeito para com as empresas sertanienses e para com seus profissionais, que diga-se de passagem são acostumadas a atuar em diversos eventos no município de Sertânia.

“Vi essa empresa vir de fora, com um bocado de adolescentes trabalhando em uma área de segurança, fazendo revista nos visitantes e em sertanienses, todo mundo viu isso lá. Eram meninos e meninas que pareciam nem ter 15, 16 anos, num verdadeiro absurdo. Ainda bem que nossa cidade e região é ordeira, é pacata, mas foi um acinte colocar garotos e garotas para fazerem um trabalho de tamanha responsabilidade e que deveria  ser executado por profissionais treinados e com experiência. Fico me perguntando: e se tivesse dado um problema sério ali? Se alguém não quisesse ser revistado por aqueles adolescentes? Se tivesse uma briga e um desses adolescentes saísse ferido, como ficaria tudo isso, como ficaria o prefeito de Sertânia, hein?”, perguntou um sertaniense que observou a equipe de adolescentes trabalhando no parque Renato Morais.

“Mais um vez o prefeito deixa de prestigiar os profissionais da casa e paga muito mais caro a uma equipe de segurança que usou adolescentes em um ambiente de alta responsabilidade. Todos viram a irresponsabilidade, não se pode brincar com isso”, disse um instrutor de segurança sertaniense que ficou horrorizado com tamanha irresponsabilidade com o que viu. “O pior nisso tudo é que o prefeito viu tudo isso e nada disse e nem sequer reclamou com a empresa e deixou os adolescentes ali assumindo um serviço dessa magnitude”, complementou o instrutor.

Recebemos várias imagens e vídeos mostrando que o rosto dos “seguranças”, que mostram que eram adolescentes assumindo um papel que era para ser desempenhado por profissionais adultos, mas para não vamos expor esses meninos, vamos guardar para posterioridade e para eventuais provas.

Quanto custou essa empresa? Se tivesse contratado uma empresa sertaniense não ficaria bem mais barato e ainda evitaria passar por esse constrangimento de todos observarem que essa tal empresa colocou nas mãos de adolescentes a segurança de um evento grandioso como o da Exposição? São perguntas que jamais serão respondidas, mas que entrarão no rol das lambanças da atual administração municipal.

Tudo isso evidencia, caro leitor, o caos administrativo que ora vive Sertânia, onde a responsabilidade de fazer a coisa certa é relegado a terceiro plano.

O que está acontecendo com esse governo????

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui