A PREFEITURA DE SERTÃNIA DEVERIA SE PREOCUPAR PRIMEIRO EM PADRONIZAR AS BANCAS, VEJA COMO SÃO FEIAS E DESORGANIZADAS

O Prefeito de Sertânia, Ângelo Ferreira, bem a seu modo, fez sem ouvir ninguém, um decreto proibindo os feirantes, que ficam de domingo a domingo na rua da feira e em suas imediações, de colocarem suas bancas de domingo a quarta e se teimarem em colocar, serão duramente multados.

E não foi só isso, é que após elaborar seu “brilhante” decreto, sem ouvir ninguém, ainda “convidou” os feirantes para uma reunião e sequer compareceu, mandando assessores, assessores que não tinham autoridade para resolver nada, apenas de apresentar o decreto, empurrado de goela abaixo nos feirantes e explicar a todos que eles tinham que obedecer e só.

“Viemos para a reunião esperando que o prefeito, que convidou todos nós, estivesse presente, mas sequer ele veio, mandou assessores, numa demonstração de falta respeito e consideração para conosco. Uma prova de que o que ele fez não tem mesmo discussão”, disse um feirante, que compareceu a reunião e ficou frustrado, pois os assessores do prefeito deixaram claro que não tinham autoridade para resolver nada e que estavam ali apenas para “apresentar o decreto”, disse um feirante bastante revoltado, dizendo inclusive que não vai obedecer a este decreto.


VEJA COMO É DESORGANIZADA AS BANCAS NA FEIRA. SE A PREFEITURA TIVESSE PRIMEIRO SE PREOCUPADO EM ORGANIZAR ESSAS BANCAS E PADRONIZA-LAS, TALVEZ NÃO TIVESSE AGORA ENFRENTANDO ESSA POLÊMICA. PROIBINDO OS FEIRANTES DE COLOCAR SUAS BANCAS DE DOMINGO A QUARTA, FOI A SAÍDA MAIS “FÁCIL” QUE O PREFEITO ÂNGELO FERREIRA ACHOU PARA  ACABAR COM A DESORDEM. ERROU FEIO!! AGORA O PIOR É ELE ADMITIR ISSO. LOGO ELE QUE NÃO ERRA, HEIM???

“Como obedecer a isso? Como vamos obedecer a um decreto que não viu e nem ouviu a nossa parte? Temos mercadorias que não são vendidas no sábado e as vendemos no domingo, na segunda, na terça e até na quarta. O que vamos fazer nesses dias? O que vamos fazer com essas mercadorias? Eles têm os seus salários, estão em seus gabinetes, em seus ar condicionados, resolvendo as coisas sem ver as consequências, sem discutir. Não é assim que se governa, tem que se ouvir a todos. Isso aqui é nossa vida e foi passado de pai para filho, essa feira é quase secular”, disse uma outra feirante que foi a reunião e saiu triste, pois esperava a presença do prefeito que ajudou a eleger, “realmente fiquei triste, esperava o Ângelo Ferreira e ele nem veio, queria falar com ele e mostrar minha situação, dependo disso para sustentar minha família, como vou viver?”, completou.

Lamentável o quadro que ora vivemos em Sertânia, onde diversos feirantes estão insatisfeitos com o tal decreto. Inclusive eles informaram ao Tribuna do Moxotó, que foi elaborado um abaixo assinado com quase mil assinaturas para ser entregue na próxima terça-feira, dia 12, na reunião da Câmara de Vereadores.


DESCARACTERIZAR A QUASE CENTENÁRIA “RUA DA FEIRA” É O GRANDE OBJETIVO DO ATUAL PREFEITO DE SERTÂNIA E SEM OUVIR OS PROTAGONISTAS DESSA TRADIÇÃO. ISSO PARECE TIRANIA. 

“Vamos levar esse abaixo assinado para os vereadores, tanto da oposição, quanto da situação, vamos ver as posições deles com relação a essa questão. Vamos mobilizar a todos, pois dependemos dessa feira nossa sobrevivência. Estamos realmente muito preocupados com a falta de sensibilidade do prefeito que tomou essa decisão sem nos ouvir. Queremos deixar claro que não vamos aceitar isso”,disse um dos feirantes mostrando o abaixo assinado.

“Estranho toda essa tentativa de “reorganizar” essa feira agora, todos os moradores dessas ruas sabem que há mais de 80 anos que existe essa feira aí, por que só agora querem mexer com esses feirantes. Muito estranho isso, acho que prefeitura deveria era está preocupada em reorganizar os padrões das bancas e tentar padronizar todas elas, e não proibir,. Proibindo sem um amplo debate a prefeitura se comporta e se iguala aos governos tirânicos, onde só que sofre as consequências são as pessoas menos favorecidas, nesse caso os feirantes. Não vejo justificativa para isso. Foi uma atitude muito infeliz”, disse José Gilvan, residente no sítio e que escutava a revoltada dos feirantes no ultimo sábado.

Então sertanienses a novela promete novos capítulos e não vai terminar por aí.

Aguardemos pois, novos capítulos!!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorHOMEM AGRIDE COMPANHEIRA EM SERTÂNIA E É PRESO
Próximo artigoMAIS UM ASSASSINATO EM BUÍQUE: HOMEM É MORTO POR DESCONHECIDO
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Professor do Programa de escola Integral , atuando na Escola de Referência em Ensino Médio Olavo Bilac - Sertânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui