OS MEMBROS DO MPPE E DO TJPE SELAM DESTINO DA SELEÇÃO

Após suspensão da homologação  e 90 dias de investigações, o Ministério Público de Pernambuco, decidiu arquivar o inquérito aberto para investigar supostas irregularidades no concurso do Tribunal de Justiça de Pernambuco. O parecer com posicionamento do Ministério foi entregue ao presidente do tribunal nesta quarta-feira dia 6.

O inquérito foi instaurado para investigar supostas irregularidades apontadas por alguns candidatos no dia da aplicação da prova do concurso. Segundo a comissão de membros do MPPE, não foram apresentadas as provas que comprovariam as supostas fraudes.

Ao longo de todo processo de investigação, o MPPE recebeu aproximadamente 50 manifestações de candidatos denunciando as supostas irregularidades e, segundo o órgão analisou todas elas. O método de investigação se deu com a apresentação de documentação física e digital, bem como a realização de audiências gravadas para ouvir candidatos contrários e favoráveis a suspensão do concurso.

Então aos candidatos que foram aprovados no último concurso do TJPE, podem comemorar, o concurso deverá ser homologado e o tribunal de justiça deverá chama-los em breve.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorHOMEM É MORTO NA ZONA RURAL DE BUÍQUE
Próximo artigoEDITAL DE CONCURSO DA PMPE DEVERÁ SER PUBLICADO NA PRÓXIMA SEMANA
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Professor do Programa de escola Integral , atuando na Escola de Referência em Ensino Médio Olavo Bilac - Sertânia. Atualmente está fazendo especialização em gestão e coordenação em educação(Pós graduação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui