Recebemos de populares, que fotografaram o local, denúncia de que a prefeitura de Sertânia lembrou-se de apagar o painel literário que existia na Estação ferroviária, mas esqueceu de tomar conta do mato que ora invade aquelas imediações.

“Estou enviando para o Tribuna do Moxotó imagens que retratam bem o caos administrativo que ora se instalou em Sertânia. Fico revoltado ao ver a Estação Ferroviária sendo tomada pelo mato e pelo lixo e não vejo nenhuma providência por parte do atual prefeito Ângelo Ferreira, que antes de assumir era um crítico voraz e hoje temos essa situação”, disse um leitor atento que nos mandou as imagens.

É isso mesmo leitor, o prefeito criticava tanto e hoje  faz uma administração medíocre. O pior é que esse abandono também se retrata no interior daquele prédio, onde antes funcionava a escola de sanfona, escola de violão, escola de música e hoje nada funciona ali. A nossa cultura anda a tons de cinza(CORES DEFINIDA AGORA PELO PREFEITO JUNTO COM O VERMELHO DO SEU PARTIDO). Estamos vivendo uma verdadeira tragédia cultural.

As imagens falam por si só. Basta o leitor observar, não há dúvidas, apesar de termos licitações milionárias, como a licitação de mais de um milhão e duzentos para um tal projeto de férias, quase nada se faz para melhorar a vida dos sertanienses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui